...
Outros eventos em Campo Grande

Sexo, solidão e... biodiversidade! Como esses temas são interligados?

Eventos anteriores - 2018
16 Mai 19h30 às 21h
Saideira Classic Bar R. Dom Aquino, 2331, Centro,
Campo Grande, MS 79002183
DZM Eventos - Campo Grande
Sicredi - Campo Grande

Sexo, drogas e outras diversões entre a fauna do Pantanal

José Sabino (José Sabino é biólogo e doutor em Ecologia. Docente da Uniderp, coordena o Projeto Peixes de Bonito. Trabalha na interface entre ecologia, comportamento animal e ecoturismo, com foco em programas de uso e conservação da biodiversidade. Participa da Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos - BPBES. Dedica especial atenção à documentação de natureza e à compreensão pública da ciência. Desde 2000 vive no Mato Grosso do Sul, onde mora com sua família e outros bichos.)
Como cantar – e transar – com a parceira na primeira noite? Quanto de esforço é necessário para encontrar uma namorada receptiva aos seus encantos? E se pintar um sexo oral, bem selvagem? Confesse, os temas são familiares... mas não estamos falando de humanos. Essas e outras narrativas estarão na palestra “Sexo, drogas e diversão entre a fauna do Pantanal”. Com esse título, para lá de descontraído, o biólogo José Sabino (Uniderp) vai mostrar como a evolução molda o comportamento animal em várias espécies da fauna pantaneira. Tudo isso temperado com pesquisas de ecologia e ecoturismo.
...

Você conhece o Chaco brasileiro?

Rudi Ricardo Laps (Biólogo, doutor em Ecologia pela Unicamp e professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Nasceu e cresceu na Mata Atlântica - o Cerrado, o Pantanal e o Chaco são novos horizontes com muitas perguntas. Seus interesses principais são conservação, ecologia e história natural de aves. Apreciador de cervejas há mais de 10 anos. )
O Chaco é uma das principais regiões biogeográficas da América do Sul. Junto com a Caatinga, o Cerrado e o Pantanal forma a Diagonal Seca de formações vegetais. O Chaco apresenta vegetação seca, com muitos cactos e plantas com espinhos, além de muitas espécies de animais exclusivas. Até recentemente a presença do Chaco no Brasil não era reconhecida. Entretanto pequenas manchas de Chaco ocorrem nos municípios de Porto Murtinho, Bela Vista e Caracol, todos no MS. É um ambiente muito peculiar e interessante, um tesouro de biodiversidade a ser descoberto pelos brasileiros.
...

Não estamos sós!

Fábio de Oliveira Roque (Professor de Ecologia na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. É editor de revistas cientificas, já publicou mais de 40 artigos científicos. Atualmente é Secretário Executivo do Programa Biota-MS e membro do Centro de Ciência e Sustentabilidade Tropical, Austrália.)
Quem nunca se sentiu sozinho? Eu já me senti várias vezes, inclusive num bar. Este sentimento, cada vez mais comum em nossas vidas agitadas, esta certamente associado a diminuição de interações sociais não virtuais entre nós, humanos. Entretanto, isto é apenas parte da história. Nós fazemos parte de uma rede de interações gigantesca com outras espécies. Parte desta rede pode ser facilmente desvendada quando consideramos nossos cachorros, gatos, alimentos... Mas a maior parte das espécies do Planeta Terra, na verdade, ainda é desconhecida e corremos o risco de nunca interagirmos com elas.
...